Brigada de incêndio

    A população do edifício deve estar preparada para enfrentar uma situação de incêndio, quer seja adotando as primeiras providências no sentido de controlar o incêndio, quer seja abandonando o edifício de maneira rápida e ordenada.

    Para isto ser possível é necessário como primeiro passo, a elaboração de planos para enfrentar a situação de emergência que estabeleçam em função dos fatores determinantes de risco de incêndio, as ações a serem adotadas e os recursos materiais e humanos necessários. A formação de uma equipe com este fim específico é um aspecto importante deste plano, pois permitirá a execução adequada do plano de emergência.

    Essas equipes podem ser divididas em duas categorias, decorrente da função a exercer:

    Em um edifício pode ocorrer que haja esta equipe distinta ou executada as funções simultaneamente.

    Tais planos devem incluir a provisão de quadros sinóticos em distintos setores do edifício (aqueles que apresentem parcela significativa da população flutuante como, por exemplo, hotéis) que indiquem a localização das saídas, a localização do quadro sinótico com o texto " você está aqui" e a localização dos equipamentos de combate manual no setor.

    Por último deve-se promover o treinamento periódico dos brigadistas e de toda a população do edifício.